Bia

Que bom! Vens visitar Cascais comigo!
Sabes como é que Cascais ganhou nome?

Foi batizado. Tal como a maioria dos meninos como tu.
No dia em que nasceu. A 07 de junho de 1364. Já viste bem? Há tantos anos!
Por estar ao pé do mar, tinha muitos pescadores.
E por estar ao pé da serra, tinha muitos agricultores.
Mas em Cascais as pessoas também gostavam de divertir-se.
Vestiam os fatos de banho e mergulhavam nas águas límpidas do mar.
E no verão enchia-se de sorrisos. E que sorrisos…
Sabias que até alguns reis frequentavam estas praias?
Traziam os filhos e toda a corte que os acompanhavam.
Sentiam-se bem em Cascais. E a Cascais voltavam. Todos os verões.
Por isso é que vês muitos palácios e palacetes quando passeias pelas ruas.
Hoje falar em Cascais é falar de uma das localidades mais belas de Portugal.
É falar de uma baía linda que se confunde com a cor do céu.
É falar de mim, de ti e de todos os que fazem de Cascais o melhor lugar do mundo para se viver.

O que é que sabes sobre bibliotecas?

Tem livros para a tua idade. Acertaste!
Tem computadores com internet. Voltaste a acertar!
Tem cd’s, dvd’s e jogos. Acertaste outra vez!
Mas… deixa cá ver… Sabias que…?
Há dias da semana em que nas bibliotecas há mágicos de histórias?
Sim, mágicos! Não acreditas?
São aquelas pessoas que nos contam histórias com magia nas palavras.
Que nos fazem sonhar e levam-nos por mundos que não conhecemos. Essas pessoas… são mágicas!!
E sabias que há três bibliotecas?
Duas ficam em Cascais e uma fica em São Domingos de Rana.
Quando as visitares procura pelos mágicos de que te falei. Mas não contes a ninguém…
Pois essa magia nem todos os meninos conseguem encontrá-la.

Conheces os museus de Cascais?

Não?!? Não acredito!
Então nunca foste ao Museu do Mar ver o tubarão que lá vive?
Nem ao Museu da Música experimentar os instrumentos musicais?
E fazer pão? Também nunca foste fazer pão ao Moinho de Armação?
E à Casa das Histórias Paula Rego? Nunca foste?
Só te digo uma coisa: não sabes o que estás a perder!
Vais viver com cada aventura que só mesmo o guarda do museu é que vai conseguir tirar-te de lá.
Combina com os teus pais, amigos ou professores.
E pela cultura… vais morrer de amores…